Gelatina de Peixe 60 cap 500 mg Medinal

Modelo: Gelatina de Peixe

Disponibilidade: 3

Preço: R$26,00
Qtd:

 A gelatina possui em maior parte na sua composição aminoácidos que trabalha na formação e regeneração do colágeno.  O consumo de uma dose diária de gelatina ajuda a controlar, equilibrar e reduzir a taxa de colesterol negativo no sangue e triglicérides e controla o nível de glicose no sangue

A gelatina protege e fortalece os ossos combatendo e prevenindo a osteoporose, aumenta a resistência física do corpo

Previne o envelhecimento precoce deixando as unhas, cabelos e peles mais bonitos e saudáveis

A gelatina de peixe alem de conter todas estas maravilhosas propriedades naturais medicinas ainda contem o Omega 3

O omega 3 ( óleo de peixe ) é um complemento indispensável para manter a  boa saúde do coração e do cérebro 

BENEFÍCIOS DO ÔMEGA 3:

·         Fortalece o sistema imunológico;

·         Contribui para uma pele saudável;

·         Ajuda a reduzir os níveis de colesterol e triglicérides no sangue;

·         Auxilia no controle da pressão arterial;

·         Possui efeito anti-trombótico, ou seja, inibe a agregação plaquetária, além de estimular a vasodilatação;

·         Promove a saúde cardiovascular;

·         Tem ação anti-inflamatória.

Além disso, a partir do consumo de ômega 3, ocorre, no nosso organismo, a biossíntese dos ácidos graxos EPA (eicosapentaenoico) e DHA (docosahexaenóico) que, apesar de apresentarem estrutura semelhantes, exercem funções bem diferentes. O EPA está relacionado, principalmente, com a saúde cardiovascular, enquanto que o DHA é considerado fundamental para o desenvolvimento do sistema visual e cerebral, além de estar associado a saúde materno-infantil.

Bom para o coração: O ômega 3 age de duas maneiras para proporcionar benefícios ao sistema cardiovascular. O EPA diminui as atividades das plaquetas sanguíneas, evitando coágulos de sangue, que podem levar a um derrame ou infarto, e também reduzem os níveis de triglicerídeos, outro tipo de gordura que é ruim para o organismo quando está elevada. Já o DHA ajuda a evitar arritmias cardíacas, estabilizando a atividade elétrica no coração.

Diminui o colesterol: Esses ácidos graxos modificam a composição química do sangue, provocando o aumento dos níveis do HDL (colesterol bom) e a diminuição dos níveis de LDL (colesterol ruim). Quando está em excesso, há o risco dele se depositar nas artérias e provocar o seu entupimento levando a doenças cardiovasculares, como infarto e hipertensão e derrame cerebral. Ele também consegue reduzir os níveis de triglicerídeos do sangue.

Regula a pressão arterial: O ômega 3 é capaz de evitar a formação das placas de gordura na parede das artérias e garantir a flexibilidade das veias e artérias, afastando o risco de doenças como hipertensão, aterosclerose, infarto e derrames.

Bom para a visão: Este ácido graxo é essencial para a visão porque participa do recobrimento da retina. Esta parte dos olhos tem o papel principal de transformar o estímulo luminoso em estímulo elétrico para o cérebro ser capaz de realizar o processo de enxergar.

Bom para o cérebro: O ômega 3 age na formação da bainha de mielina, um componente dos neurônios. Assim, ocorre a melhora do desempenho cognitivo, da atividade cerebral e comunicação entre as células do cérebro. O ácido graxo também conta com efeito vasodilatador e por isso ocorre o aumento do aporte de oxigênio e nutrientes.

Combate a depressão: Pessoas portadoras de depressão possuem níveis baixos de ômega 3 o que pode ocasionar a diminuição do número de funções de neurotransmissores e receptores. A ingestão de ômega melhora a fluidez das membranas que encapam as células nervosas e aumentam a produção de diversos neurotransmissores como serotonina, dopamina e noradrenalina, melhorando assim o humor e o bem-estar.

Alivia os sintomas da artrite reumatoide: O consumo do ômega 3 contribui para o alívio dos sintomas desta doença porque ele possui ação anti-inflamatória. Este ácido graxo funciona como um bloqueador ou interceptador de uma enzima que produz o processo inflamatório.

Ômega 3 e diabetes: Uma pesquisa realizada pela Universidade de Valência, na Espanha, analisou o consumo de carne e peixe em 945 pessoas entre 55 e 80 anos com alto risco cardiovascular e descobriu que o consumo de peixe, que é rico em ômega 3, está associado a menor incidência de diabetes tipo 2 e a diminuição da concentração de glicose, enquanto o consumo de carne vermelha está relacionado à obesidade.É importante ressaltar que o lipídeo irá ajudar no tratamento do problema associado a outros medicamento. Por sua ação anti-inflamatória, o ômega 3 é interessante para outras doenças autoimunes de cunho inflamatório.

Ômega 3 e a obesidade: O ômega 3 é interessante para combater a obesidade devido à sua ação anti-inflamatória. Afinal, a obesidade é um processo inflamatório e age de maneira a interferir na forma como o cérebro percebe a presença de comida no corpo. O organismo também utiliza o ômega-3 para produzir prostaglandinas, substâncias químicas que têm participação em muitos processos, inclusive no combate às inflamações dos vasos sanguíneos.

 

Fazer um comentário

Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.
Ruim           Bom